sexta-feira

Ser pagão: um ato e coragem ?!?

Ainda hoje "soa mal" assumir-se pagão.
A falta de  conhecimento sobre o que isto realmente significa associado à intolerância diante do diferente e "inusitado" leva muita gente bem intencionada a cometer - no mínimo - alguns "deslizes"... pra não dizer mal-entendidos e até ... brigas !

Quando eu era criança era quase que uma "ofensa" ser pagão . Minha família bastante "moderna" não batizava as crianças pequenas...acreditava que em algum momento da vida elas iriam fazer sua opção. E isso não significa que não tínhamos fé, ritos ou preces.Mas a sociedade pressiona daqui e dali , e - para "deixar de ser "difererente" as pessoas acabam "se batizando" sem ter a menor noção do que isto representa...talvez para  "deixar de ser "pecador" ou sentir-se "abandonado por Deus", passando a fazer
parte de "um grupo".
                                               
Pagão vem do latim paganus e quer dizer camponês, aquele que vive no campo . E se refere às pessoas que por viverem junto à Natureza tinham nela a sua religião - sua forma de se relacionar com as "coisas impalpáveis".

Ser pagão não é sinônimo de "não ter religião" ou de ser " devoto de entidades do mal como demônios, capetas, diabos e coisas semelhantes". Isto é uma criação do imaginário das pessoas e remonta a tempos muito antigos , nos primórdios do surgimento das "Novas Religiões" ( dentre elas o Cristianismo) que se colocaram em oposição às Antigas Religiões - pagãs - que eram voltadas ao culto da Terra, e da Natureza.

Muitas são os povos que seguem religiões consideradas" pagãs" - só para destacar algumas - os índios, os africanos, os orientais....
Povos antigos como os Celtas deixaram - além de sua Arte e Cultura que são um pouco mais conhecidas - a  sua religião (pagã) . Esta se manteve e se difundiu chegando aos tempos atuais como "vários ramos" das religiões neo-pagãs -sendo a Wicca certamente a mais conhecida.

Muito se escreve a respeito , mas sem o devido conhecimento o que acaba "alimentando" ainda mais , o preconceito , e  que nada ajuda, pelo contrário...
Pelo fato de seus praticantes serem denominados de bruxos uma "aura pejorativa" começa a se formar e as pessoas começam a dar "asas à sua rica e criativa imaginação", o que só piora ...
Pequenos mas importantes esclarecimentos aos "não-pagãos" e "não-bruxos":
* Não temos qualquer envolvimento ou prática relacionadas às "trevas", o "mal" ou "seres como diabos, capetas demônios e afins" pelo simples fato deles não existirem para nós. ( desculpem-nos mas isto é criação de outras religiões);
*temos apenas 2 "leis" que pautam nossa vida ( e nossas ações e condutas ) : "faça o que quiser desde que não faça mal a nada e nem a ninguém!". E " tudo o que fizer retornará para você com intensidade triplicada ".
* Veneramos e reverenciamos a Grande Mãe Natureza - esta é a nossa Deusa . E tudo o que existe é um desdobramento seu.
* Somos Ecologistas por princípio: A Terra é nossa Mãe e dela cuidamos com muito amor e dedicação - aliás, grande parte dos Defensores da Natureza, Líderes Ecologistas e pessoas preocupadas (verdadeiramente) com o Meio Ambiente é pagão, bruxo !
*Em nossos rituais não fazemos orgias, não consumimos drogas e nem sacrificamos humanos ou animais.
*Não somos e nem lutamos contra qualquer religião diferente da nossa, e nem tentamos convercer ninguém a seguir nosso caminho.
* Somos pessoas perfeitamente normais :que trabalham, estudam, tem família, amigos,se divertem, choram, riem, vão ao cinema e tomam sorvete !
*Apenas manifestamos a nossa crença de forma diferente da usual - comemoramos os acontecimentos da Natureza  como as Estações do Ano e as Fases da Lua.

Muitas bênçãos para todos nós !

Um comentário:

Carol Rego disse...

Obrigada pelo comentário em meu blog,que bom que vc gostou,pra mim isso é um grande elogio!Por que vc também tem um ótimo blog aqui e escreve muito bem sobre os mistérios pagãos!Adorei esse artigo!Um beijo grande!Estou te seguindo tbm ok!!AINDA VAMOS TROCAR MUITAS IDÉIAS!!
CAROL REGO